Cuidados com instalações hidráulicas industriais

As instalações hidráulicas podem ser entendidas como o sistema de abastecimento, distribuição e escoamento de água de uma estrutura arquitetônica, seja um imóvel, uma empresa, uma indústria, ou mesmo uma aeronave ou embarcação. Ou seja, é uma estrutura que irá receber água, utilizá-la e escoá-la quase sempre para um sistema de esgotamento.

A instalação hidráulica também é necessária para a distribuição de água fria e quente e coleta de águas da chuva.

Não é à toa que todo projeto em edificação não é só arquitetônico e elétrico, mas também hidráulico – tem que estar tudo previsto no projeto, registros, chuveiros, canos e tubulações, para evitar dores de cabeça, prejuízo e acidentes futuros.

Como funcionam instalações hidráulicas

As instalações hidráulicas são constituídas por um conjunto de tubulações ligadas a uma rede de distribuição composta por equipamentos e reservatórios de água. Ramificada, será alimentada por um barrilete – conjunto de tubulações que encaminham a água do reservatório para os ramais prediais através de uma coluna de distribuição.

Depois, os efluentes ou dejetos decorridos da utilização da água, doméstica ou industrial, é escoado através da rede de esgoto até que retorne à rede pública para tratamento e beneficiamento, visando seu retorno à natureza ou reaproveitamento.

Com toda rede hidráulica obrigatoriamente acoplada à rede de esgoto, entre elas há a caixa de gordura que deve ser limpa a cada semestre, devendo ser este o primeiro cuidado a se tomar com a instalação hidráulica.

Além da caixa de gordura, as caixas de limpeza e inspeção também merecem cuidado e manutenção constante: uma vez entupidas, geram prejuízo, acidentes, danos.

Na instalação hidráulica necessária ao escoamento das águas pluviais, que são as águas das chuvas, o cuidado deve ser com os meios utilizados para este escoamento: calhas, rufos, tubos de coleta em grelha. Neste tipo de instalação hidráulica são constantes os problemas decorrentes do comprometimento destas estruturas.

Em qualquer caso, seja qual for a tubulação utilizada (cobre, PVC, prolipopileno), os tubos devem ser verificados periodicamente e trocados ao fim de sua vida útil, assim como as conexões.    

Os canos e tubulações devem estar sempre protegidos, o que pode ser feito com uma base de areia, antes da aplicação do concreto ou cimento, para incrementar a vedação do sistema.

O maior detalhe da instalação hidráulica

Veja que a instalação hidráulica é para não sólidos, não necessariamente só para líquidos. Assim, poderá ser usada também para o tráfego gasoso: neste caso, a tubulação deve ser de cano de cobre e os cuidados devem ser redobrados por conta dos efeitos tóxicos de eventual vazamento ou mau funcionamento da instalação.

Entendeu mais sobre as instalações hidráulicas industriais e seus cuidados? Entre em contato com a gente para a manutenção e montagem em sua empresa.