Qual a diferença entre manutenção preventiva e manutenção preditiva?

Você sabe a diferença entre manutenção preventiva e manutenção preditiva? Há diversas espécies de manutenções prediais, como se pode notar. A manutenção preventiva e a manutenção preditiva, por exemplo, são duas das mais importantes.

Confira o que são e a diferença entre elas.

Manutenção preditiva

A manutenção preditiva estuda o funcionamento dos sistemas e equipamentos, componentes da edificação e o que mais compor a parte estrutura e elétrica do edifício. Ela é um test drive caprichado destes componentes, acompanhada de um relatório final que irá apontar falhas de funcionamento, danos, riscos, e equacionar soluções para a manutenção da funcionalidade destas estruturas.

Manutenção preventiva

Existe também a manutenção preventiva, cujo nome acarreta aparentemente a existência de um pleonasmo ou de uma redundância, porque toda manutenção é geralmente preventiva por natureza. Só que, tecnicamente falando, ela é preventiva porque consiste na execução de atividades previamente planejadas de controle,  monitoramento e conservação dos bens componentes das edificações.

O segredo e diferencial da manutenção preventiva é que ela é periódica, agendada, demarcada no tempo e, principalmente, regularmente planejada.

A diferença entre manutenção preventiva e preditiva

A manutenção preventiva é periódica, escalonada, agendada, rotineira. A manutenção preditiva não necessariamente: pode ser designada previamente, mas geralmente ocorre por deliberação isolada da administração do condomínio e não é rotineira ou periódica (muito embora devesse ser).

A manutenção preventiva é uma intervenção prevista, enquanto a preditiva é incerta e bissexta, porque exige o funcionamento das estruturas e equipamentos exclusivamente para testes de manutenção e, por isto, durante sua realização, há um comprometimento na utilização destes componentes conforme rotineiramente empregados no cotidiano do condomínio. Ou seja, durante este tipo de manutenção, a estrutura examinada fica “fechada para balanço”, inviabilizada de ser utilizada para seu fim específico enquanto é submetida a intensos testes de funcionamento e segurança.

A manutenção preditiva decorre da política corporativa vinculada à técnica de manutenção conforme o estado do aparelho ou equipamento – que por isto tem que ser testado. Na manutenção preventiva, este aparelho ou componente é somente verificado em sua estrutura e funcionamento rotineiros.

A manutenção preventiva evita problemas e danos futuros, a manutenção preditiva os antecipa, evitando que ocorram de idêntico modo, mas pela testagem e pelo desgaste programados.

A manutenção preditiva também possui uma utilidade bem particular, inexistente na manutenção preventiva: ela evita desmontagens desnecessárias de estruturas e equipamentos para revisão, testando-os em funcionamento e não isolando seus componentes.

Ficaram claras as diferenças entre esses dois tipos de manutenção? Qualquer dúvida deixe nos comentários

Nós da RP Engenharia fazemos manutenções em todo território nacional, garantindo a integridade de estruturas e prédios. Mais do que trabalho eficiente é trabalho eficiente e seguro, em qual dos times você quer estar?