Como fazer uma desenergização segura de máquinas?

Logo de início é preciso entender que o maquinário industrial funciona a partir e através de eletricidade.

Quando falamos em deserginização, estamos falando de um procedimento que antecede a desinstalação do maquinário.

Na indústria, dispositivos e ferramental tecnológico ficam obsoletos rapidamente, ou simplesmente atingem sua vida útil e precisam ser substituídas sem prejuízo para a linha de produção.

Para isso, é preciso ir “desligando” as máquinas, atividade que se inicia com a supressão da instalação elétrica da máquina. É a desenergização. Ela parte de ações coordenadas, controladas e sequenciadas para garantir a ausência total de tensão no circuito. Por isto, precede o desmonte, que somente ocorrerá na “linha fria” e com a máquina já sem circuito elétrico em seu interior.

O sistema elétrico passa por periódicas manutenções e, por isto, não pode ser completamente desligado. Isto poderia acarretar desastres ambientais e econômicos decorrentes, por exemplo, da interrupção do fornecimento de energia elétrica para toda uma rede. Com a desernegização se evita o desligamento do sistema: somente a energia da máquina a ser alvo da manutenção ou de substituição será desfeita, terá seu fluxo de corrente elétrica suprimido.

Passo a passo da desenergização

O conceito da deserginização é simples, seus passos são ainda mais tranquilos de serem entendidos: o procedimento começa com o seccionamento da rede no ponto da interseção na máquina.

Depois, se constata o impedimento e se garante que o aparelho não volte a ser energizado, não volte a sofrer tensão elétrica. Para tanto, é feito um aterramento provisório para os condutores do circuito que, assim, não mais passarão pela máquina que está sendo “esfriada” de qualquer corrente elétrica.

Tudo para que, ao fim e ao cabo, se possa garantir a proteção dos aparelhos energizados contíguos à máquina a ser substituída ou manutenida.

Mas fique atento: É necessário seguir criteriosos procedimentos de segurança para evitar quaisquer riscos desnecessários que possam levar à acidentes. Todo cuidado é pouco!

Achou esse texto interessante? Continue seguindo a RP.

Matérias recentes